Aniversário Archives - Blog Nicephotos
Nicephotos
 

Posts na categoria Aniversário

Entenda como montar um fotolivro e faça já o seu!



Acabou de voltar de viagem com fotos incríveis na mala? Fotografou um encontro bacana da família, uma apresentação especial do filhão ou simplesmente tem imagens tão boas que não gostaria de vê-las dispersas em HDs, CDs ou cartões de memória? Nesse caso, nada como montar um fotolivro.

Não importa o motivo, imagens marcantes merecem virar papel. Merecem ser tocadas. Afinal, essa ainda é a forma mais garantida de conservá-las, pois muito do que está em arquivo digital um dia pode virar pó. HDs quebram, CDs arranham e cartões de memória extraviam.

Porém, por que simplesmente imprimir fotos avulsas se você pode criar algo mais moderno e durável?

Fotolivros são justamente isso. Na verdade, eles são uma evolução dos tradicionais álbuns de fotografia: em vez de posicionar diversas 10×15 em páginas adesivas, você usa um software para criar um projeto gráfico com suas fotos e, ao final, tem um livro impresso com essas imagens.

Tudo é relativamente fácil e muito divertido. Claro que um designer de fotolivros de primeira viagem pode se assustar um pouco com a tarefa. Existem alguns cuidados a serem tomados para que seu trabalho fique realmente atraente.

Mas não se preocupe: neste post, vamos dar algumas dicas sobre como montar um fotolivro e deixar seu acervo fotográfico ainda mais legal de se olhar. É só seguir conosco.

Antes de tudo, escolha o site

Um fotolivro não difere em nada de um moderno álbum de casamento. Podemos dizer que, dependendo do formato e do tipo de acabamento que você escolher, eles se tornam basicamente a mesma coisa.

Inclusive, se você quiser, é possível deixar para terceiros (no caso, o serviço online que oferece a confecção de fotolivros) até mesmo a montagem do material. Basta enviar as imagens e as especificações que o pessoal faz tudo.

No entanto, que graça isso teria? O melhor é pôr a mão na massa. Para começar bem a criação do seu fotolivro, é preciso primeiro acessar um site de revelação digital (que tal o da Nicephotos?) e determinar alguns parâmetros, como o formato do fotolivro e o número de páginas.

Você também pode escolher as templates (páginas pré-configuradas) de acordo com o tema e padronizar o layout das lâminas (que é como o pessoal do ramo chama as páginas dos fotolivros).

Definidos os critérios iniciais, agora a coisa começa a ficar interessante.

Defina o tema do fotolivro

Tudo certo para começar e o passo seguinte é importar para o software as imagens que comporão o fotolivro.

Nesse caso, para que seu trabalho não se transforme numa salada de fotografias aleatórias, é interessante estabelecer uma temática.

Lembra das perguntas feitas no início deste post? Esses são alguns bons exemplos de temas para um fotolivro. Além deles, você pode pensar num livro de fotos do bebê, do pet, da construção da tão sonhada casa nova, de uma festa de bodas, enfim, o que não falta é tema para um belo fotolivro.

Faça a edição das imagens

Essa é a parte “pedreira” do negócio. Quanto maior for o volume de fotografias que determinado evento possui, mais difícil será decidir quais imagens entram e quais ficam de fora de um projeto de fotolivro.

Supondo que o tema escolhido tenha sido sua última viagem de férias e que haja uma boa centena de cliques, certamente dará algum trabalho chegar a um produto mais enxuto do arquivo digital.

Essa decisão também impacta no número de páginas do fotolivro, encarecendo um pouco o seu projeto. Sem contar que, tendo fotografias demais, o resultado pode se tornar um pouco cansativo de folhear.

Sendo assim, não tenha receio de cortar imagens. Dê prioridade apenas àquelas que você considera as melhores. Uma maneira eficiente de fazer essa triagem é começando pelas fotos que não ficaram legais, como as tremidas, fora de foco ou sem um motivo interessante.

Depois, das que sobrarem, procure por imagens repetidas ou muito parecidas. Nesse processo, seu arquivo já terá encolhido substancialmente. Agora, é apurar o olhar e deixar apenas o suprassumo da sessão.

Leve em conta também imagens que possam auxiliar no design do fotolivro e ajudem a contar a história. Isso, entretanto, é assunto para o próximo tópico.

Desenvolva uma linha narrativa

Considerando que construiremos um livro — ainda que de fotografias —, é importante seguir uma linha narrativa, de maneira que quem “leia” o álbum consiga perceber o desenrolar dos fatos.

Mas o que isso significa? Apenas que você deve se ater à cronologia dos acontecimentos.

É claro que nem todo fotolivro exige esse rigor. No entanto, se o tema do projeto for um evento, como um casamento, faz sentido seguir a timeline da celebração, conduzindo o espectador numa viagem visual com início, meio e fim.

Imagine você começar o fotolivro com a noiva lançando o buquê, seguido de fotos da festa e depois do making-of. Seria uma bagunça só.

Por isso, sempre que puder, privilegie o encadeamento da narrativa. Seu fotolivro fluirá melhor.

Capriche no visual

Passada a fase “trash” da escolha (e consequente eliminação) de imagens, é hora de arranjar as fotos dentro do layout definido. Essa etapa exige um pouco de criatividade, o já mencionado encadeamento cronológico e alguma paciência. Mas é a parte realmente divertida do negócio.

Então, disponha suas fotos nas lâminas buscando sempre a harmonização das páginas. Algumas dicas podem ajudar:

Deixe áreas de respiro

Evite atulhar as páginas com montes de imagens. É uma tentação colocar o máximo de arquivos no fotolivro, mas não fica bom.

Use fotos de página inteira, alternando com sequências de 3 ou 4 imagens e deixe áreas em branco, para dar respiro ao layout. O resultado fica muito melhor.

Aplique legendas, fundos e figuras

Os softwares de criação de fotolivros oferecem uma série de fundos, artes e fontes para você dar um ar de trabalho artesanal ao seu projeto.

Não deixe de aproveitar esses recursos para criar legendas, acrescentar adesivos às fotos ou destacar determinadas lâminas. Fica show! Só não exagere, para não parecer um carnaval.

Use filtros e fotos PB

É importante que as fotos tenham uma uniformidade visual. Ou seja, que conservem os mesmos parâmetros de luminosidade ou contraste, não havendo fotos muito claras dividindo lugar com outras muito escuras.

Uma forma de equalizá-las é aplicando um filtro. Durante a edição, também é possível otimizar a qualidade das fotos, o que as deixa num mesmo padrão estético.

Por fim, acrescente algumas imagens em preto e branco no correr das páginas. Dá um efeito mais artístico.

Bem, agora que você sabe como montar um fotolivro, é com você: escolha as melhores fotos daquela ocasião especial, curta a montagem do seu projeto, dê uma boa revisada ao final, feche o arquivo e mande para o serviço de impressão online da sua preferência.

E, já que o assunto é esse, não poderíamos deixar de sugerir a você uma passada na seção de fotolivros da Nicephotos. Temos formatos e modelos para todas as ocasiões, e tudo com impressão e acabamento de primeira. Além disso, você monta seus projetos de forma muito fácil e divertida. Confira lá!

Confira as nossas 8 dicas de presentes para o dia dos namorados



O mês de junho está chegando e os casais apaixonados começam a procurar dicas de presentes para o dia dos namorados. A data é uma ótima oportunidade para trocar presentes e preparar surpresas para a pessoa amada. Essas atitudes são importantes para demonstrar carinho e cuidado com o relacionamento.

No dia 14 de fevereiro comemora-se, nos Estados Unidos e na Europa, o dia de São Valentim. Nessa data, os pares trocam lembranças, cartas e declarações de amor. No Brasil, o dia escolhido foi 12 de junho — na véspera do dia de Santo Antônio, o santo conhecido por realizar a união de casais.

Pensando nisso, preparamos este artigo com algumas boas ideias para você oferecer um presente personalizado, original e com valor sentimental. Boa leitura!

1. Sessão de fotos

O ensaio fotográfico proporciona um dia divertido e com bons momentos. Além disso, como resultado, você receberá fotografias incríveis que retratam o amor e o estilo do par. Dessa maneira, é possível montar um álbum de fotos ainda mais especial.

A sessão pode ser temática ou mais simples. O cenário pode ser ao ar livre ou em um local que represente a rotina do casal. O interessante é manter um clima natural e romântico e, se possível, contar uma pequena história.

Não é necessário investir em grandes produções. Um bom fotógrafo saberá como aproveitar o plano de fundo e a iluminação para capturar reações espontâneas e apaixonadas.

2. Fotolivros

Os fotolivros são modernos, bonitos, duráveis, temáticos e apresentam alta qualidade de impressão. Eles representam um tipo de álbum diferente dos tradicionais e podem contar a história cronológica do casal.

Montar e personalizar o seu fotolivro é muito simples. Você escolhe o tamanho, o tipo de capa, o tema e a quantidade de páginas. Os temas decoram as páginas e existem muitas opções para o dia dos namorados.

Depois, basta selecionar as fotos e contar uma história com elas. É possível inserir adesivos, textos e legendas para deixar o livro mais divertido e especial.

3. Presentes personalizados

Confira algumas opções singulares e especiais para esse dia:

Camisetas

Camisetas são uma ótima forma de homenagear quem você ama e estampar no peito o seu sentimento. Para deixar o presente exclusivo, opte por personalizá-lo com a foto do casal e uma frase carinhosa. Existem diversos temas para você escolher e agradar.

Canecas

Quer deixar a hora do café ainda mais especial? Então aposte em uma caneca personalizada! Além de lindas, elas são bem úteis, por exemplo, para tomar um delicioso chocolate quente em dupla.

Cadernos e agendas

Cadernos e agendas são muito práticos no dia a dia, seja para estudantes ou para profissionais que precisam organizar seus compromissos. Por esse motivo, essa opção agrada a todos. Assim como os fotolivros, é possível personalizar esses presentes e deixá-los ainda mais únicos.

4. Quadros

Além de românticos, os quadros são decorativos e ficam bem em qualquer canto especial. Você pode montar um pequeno kit com vários quadrinhos que se completam, para um efeito diferenciado.

Uma boa ideia é personalizar um conjunto de quadros com fotos que recordam bons momentos. Mesmo que você não saiba desenhar, tente criar algumas ilustrações para compor os quadros — a outra pessoa vai adorar a dedicação.

Quadros fofos com mensagens românticas também são uma boa opção. Escolha trechos de músicas, frases que representem a relação do casal ou que sejam motivadoras. Novamente, vale personalizar algumas telas com expressões que vocês sempre usam.

5. Fotos reveladas

A vantagem das fotos reveladas é que esse serviço já é oferecido de forma online. Assim, você otimiza o tempo e pode pensar em outras surpresas para o dia. Além disso, existem várias maneiras de dar esse presente e de montar uma lembrança.

Para fazer uma caixa de mensagens decorada com fotos, basta revelar algumas imagens e aplicá-las em uma caixa bonita. Dentro dela, coloque bilhetes com mensagens de amor e explique os motivos pelos quais você ama a outra pessoa. Inclua, inclusive, alguns dos doces preferidos dela.

Outra sugestão é fazer um mural ou um scrapbook com as fotos reveladas. Entre uma fotografia e outra, insira mensagens ou desenhos que deixem o presente ainda mais bonito.

6. Ingresso surpresa

Sua intenção ao procurar dicas de presentes para o dia dos namorados é encontrar algo que surpreenda de verdade a pessoa amada, certo? Então, que tal deixá-la sem palavras com a sua companhia em um evento que ela adora, mas você nunca aceita ir?

Vale comprar um par de ingressos para um show, uma exposição, um jogo de futebol ou para aquele filme que acabou de estrear no cinema. O charme fica na forma de entregar os ingressos. Experimente deixá-los dentro da bolsa sem dizer nada e espere a pessoa descobrir. O importante é usar a criatividade!

7. Passeios

O dia dos namorados é perfeito para fazer um programa a dois. O interessante é ir a um lugar que o casal não tenha o costume de frequentar — assim, o passeio será ainda mais inesquecível. E existem opções para todos os bolsos, desde piqueniques no parque ou passeios de bicicleta até grandes viagens.

Para casais aventureiros, sugira uma trilha ou um final de semana acampando em alguma serra ou praia. Se vocês curtem ficar mais em casa, prepare uma tarde de cinema, com direito a pipoca e refrigerante.

8. Jantar especial

Dentre as dicas de presentes para o dia dos namorados, essa é uma das mais clássicas, mas que foge das opções físicas. Nessa época, muitos restaurantes oferecem jantares especiais com pratos que combinam sabores surpreendentes. A decoração dos ambientes também fica diferenciada. Entretanto, não se esqueça de reservar a mesa com antecedência, pois os restaurantes costumam ficar lotados.

Caso você goste de cozinhar ou queira evitar as filas, prepare um jantar em casa! Monte um cardápio com entrada, prato principal e sobremesa. Escolha os pratos que mais agradam o seu amor e harmonize com a sua bebida favorita. Coloque um som ambiente e, se fizer o estilo de vocês, decore a casa com velas.

Agora que você conheceu algumas dicas de presentes para o dia dos namorados, é hora de colocar a criatividade em ação. Você pode, também, complementar os presentes com cartões ou cartas que expressem os seus sentimentos. Além disso, mostre o seu amor todos os dias e não deixe que a rotina acabe com o romantismo.

Gostou deste post? Então confira mais dicas de presentes para o dia dos namorados com Nicephotos!

Descubra como fazer um scrapbook



Quem curte artesanato, fotografia e gosta de reviver bons momentos, corre sério risco de achar scrapbooking o maior barato. Claro que, antes de tudo, é preciso saber o que é e como fazer um scrapbook. Se você ainda não ouviu falar a respeito, não se preocupe: este post vai explicar tudo sobre o assunto.

Afinal, você pode estar perdendo um ótimo passatempo. E, talvez, uma oportunidade.

Depois que a tecnologia digital revolucionou o mercado fotográfico, o velho hábito de organizar lembranças em cadernos de recortes voltou, virou mania nos Estados Unidos e chegou ao Brasil no início dos anos 2000, movimentando um mercado lucrativo que continua vivo até hoje.

Além disso, a internet ajudou a popularizar a prática, ampliando o conhecimento sobre técnicas e materiais e estabelecendo uma comunidade de adeptos do scrapbooking.

Mas, antes de contar toda essa história, é preciso começar como se deve: pelo começo. Assim…

O que é scrapbooking?

Sem mais delongas, informamos que a palavra scrapbook significa “álbum de recortes”. Portanto, scrapbooking ilustra a ação de se confeccionar um scrapbook e se refere a uma prática muito antiga: aquela de juntar recortes e objetos em um diário ou álbum de lembranças.

O provável tataravô do scrapbook moderno surgiu na Inglaterra, lá pelo século XV, segundo os historiadores. E nada mais era que um livro abarrotado de cartas, selos e outros papéis. Dizem, também, que Thomas Jefferson, terceiro presidente norte-americano, era um fã de carteirinha.

Mas falávamos que a fotografia digital deu um impulso importante à retomada desse hobby. De fato, os empresários do setor perceberam que era uma boa forma de convencer as pessoas a voltarem a revelar suas fotos, reaquecendo um segmento que sofria com os novos hábitos do consumidor.

Assim, por volta de 2004, começaram a surgir no Brasil as primeiras empresas especializadas em materiais de scrapbooking, de olho num mercado que movimentava quase US$ 30 bilhões por ano nos Estados Unidos.

Com a internet, o passatempo ganhou um canal importante de divulgação. O resultado? Fazer scrapbooks virou um hábito de muita gente, uma terapia e a melhor maneira de guardar as mais significativas lembranças.

Então, scrapbook é um álbum de fotos?

Sim, mas não precisa, necessariamente, ser um álbum de fotos. Pode ser um diário, um livro de recortes sobre algum tema de interesse do criador, uma compilação de poemas, uma coleção de papéis de cartas, de tíquetes de shows e eventos, lembranças de viagens — ou seja, de recordações diversas.

Porém, é inegável que organizar fotografias é a melhor “desculpa” para se fazer um scrapbook. Seja um álbum de casamento, de fotos do bebê ou de uma viagem de férias.

O ato de reunir uma série de imagens queridas em um caderno, organizando, emoldurando e acrescentando objetos decorativos e itens relativos ao evento (convites de casamento, ingressos de museus e atrações visitadas, pequenos artigos do bebê etc.) é o que faz do scrapbooking um passatempo tão especial.

Trata-se de uma maneira bacana de rever imagens que, de outro modo, talvez ficassem esquecidas em alguma caixa de sapatos, revivendo boas lembranças e renovando o seu acervo fotográfico.

E o que eu preciso para fazer um scrapbook?

A primeira coisa que se deve ter é disposição para colar, recortar, selecionar e enfeitar. Se possuir um certo talento para o artesanato, melhor ainda. Porém, a simples vontade de gastar algumas horas remexendo gavetas, organizando materiais e rememorando fatos já deve servir como ponto de partida.

O segundo passo é definir um tema. Ainda que, olhando de fora, um scrapbook pareça uma bela bagunça, essa bagunça precisa ser organizada. Então, é importante que você defina se o seu álbum vai ser sobre uma viagem, se vai ser um diário, uma coleção de recortes ou o que mais você quiser.

A partir daí, fica mais fácil escolher os materiais que serão usados na confecção do scrapbook — os enfeites, colagens e outros artigos que caracterizam a prática do scrapbooking. Falando nisso, logo após escolher o tema, é hora de ir às compras.

Nesse momento, entra em cena um aspecto decisivo do scrapbooking: ele pode se tornar um passatempo bastante salgado. A razão disso é que há uma grande variedade de materiais e ferramentas à disposição. Muitos dos quais são importados.

É claro que, quando se trata de trabalho artesanal, a criatividade é o ativo mais importante. Ou seja, dá para improvisar muito, inventar soluções e realizar um trabalho bonito e bastante divertido sem ficar na dureza.

De qualquer forma, é necessário conhecer alguns apetrechos usados em scrapbooking (especialmente os indispensáveis):

Álbum

Não existe scrapbook sem o tal “book”, certo? Mas, até aqui, tudo bem: um caderno do tipo espiral está ótimo e você encontra em qualquer papelaria. Não precisa ter um design especial, pode ser com folhas brancas pautadas mesmo, pois a ideia é revestir cada página com folhas decorativas, fotos e figuras.

Vale dizer que algumas pessoas preferem confeccionar o próprio caderno. Isso também está valendo, mas vai de cada um. O importante é, caso você faça um álbum de fotos, escolher um caderno que tenha tamanho suficiente para abrigar as fotos e o que mais você quiser colar em volta.

Papéis

Papel para scrapbooking é o que não falta. Tem de vários tipos, motivos e texturas e dá para comprar em papelarias ou em sites especializados.

É possível, também, usar tecidos e outras fibras, mas é importante que o material que revestirá as páginas do livro seja livre de ácido (acid-free), a fim de evitar o amarelamento das fotografias com o tempo.

Colas

Existem colas especiais para scrapbooking que não enrugam as páginas, mas é possível usar outros tipos de cola (desde que acid-free). Também entram na brincadeira fitas durex, dupla face e as do tipo “banana” especiais para artesanato.

Tesouras e estiletes

Um bom estilete e uma tesoura de cortar papel já resolvem o problema da iniciante. Mas, na medida em que você for pegando o gosto, certamente vai querer melhorar o instrumental.

Nesse caso, temos tesouras com cortes especiais para artesanato, cortadores com lâmina circular para recortes mais elaborados e uma pá de outras coisas. O céu é o limite.

Como artigos adicionais, é recomendável ter furadores de papel, uma base de corte sobre a qual você possa passar o estilete sem riscar a mesa, canetas caligráficas para lettering, carimbos etc.

Por fim, arranje uma boa quantidade de enfeites, como laços, figuras, fitas, rendas e botões. E agora que já sabe como fazer um scrapbook, o resto é com você: reserve umas boas horas de folga, espalhe todos os seus materiais e fotos em uma mesa, selecione a playlist favorita e mãos à obra! Se precisar de inspiração, não hesite em pesquisar na internet dicas e vídeos tutoriais. Existe informação de monte no Youtube.

Gostou do post? Então, entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para deixar as suas recordações ainda mais incríveis!

Você já sabe como tirar selfies perfeitas? Confira!



Você já abriu algum perfil nas redes sociais e encontrou selfies surpreendentes? Provavelmente você se perguntou como aquelas fotos foram produzidas, não é mesmo? E, possivelmente, imaginou que o dono das fotos utilizou algum equipamento ou iluminação profissional.

No entanto, existem algumas técnicas que contribuem para tirar selfies perfeitas. Utilizando seu celular, você conseguirá produzir imagens capazes de surpreender todas as pessoas que te acompanham nas redes sociais.

Seja para registrar algum momento, seja apenas para revelar um pouco mais sobre você, é imprescindível fazer fotos incríveis para que a recordação seja sempre boa. Por isso, explicamos como tirar selfies perfeitas, ajudando você a encantar e surpreender seus amigos. Acompanhe!

Pense na iluminação

O recomendável é sempre tirar fotos na luz natural, preferencialmente pela manhã ou no final do dia. Deixe o sol iluminar seu rosto, opte por uma luz lateral, de modo a evitar que seu rosto saia distorcido ou com uma cor chapada.

Além disso, a iluminação do sol permite que você tire uma foto mais natural. E ainda evidencia a cor real da sua pele e não produz interferências artificiais.

Outro ponto importante é a definição da foto. Alguns celulares têm recurso para fotos noturnas, mas elas saem granuladas e sem qualidade, enquanto a foto com luz natural preza pela nitidez da imagem.

Também é conveniente evitar a utilização de flash, já que a câmera está muito próxima do seu rosto. Isso pode deixar sua pele com uma cor estranha, com aparência de oleosidade, sem linhas de expressão e pode destacar algumas imperfeições.

Posicione a câmera corretamente

Sem dúvida, esse detalhe diz muito sobre o resultado da foto, sendo então fundamental pensar no ângulo que você fará a imagem. Para isso, você deve posicionar a câmera de modo que deixe rosto simétrico.

Uma dica é posicioná-la acima de você. Além de valorizar a iluminação, esse ângulo evita que outras partes do corpo saiam distorcidas, como o queixo. Então deixe a câmera posicionada acima da linha dos olhos e incline seu rosto um pouco para baixo.

Se você identificar a necessidade de posicionar a câmera mais distante de você, seja para captar um ângulo mais aberto, seja para mostrar o ambiente, utilize um pau de selfie e, da mesma forma, mantenha o celular posicionado um pouco acima de você.

Outra dica importante é evitar o uso da câmera frontal do seu celular. Normalmente, ela tem uma resolução inferior à câmera traseira, e pode deixar a imagem distorcida e fosca.

Deixe a vergonha de lado

Esqueça a sua timidez por alguns minutos e explore o carão! Faça vários testes de diferentes olhares e expressões. Tente algumas selfies com a fisionomia mais séria, e abuse do seu sorriso em outras.

Dessa maneira, você descobrirá seu melhor ângulo e ficará mais confortável ao tirar selfies com outras pessoas. Se você não gostar do resultado, basta excluir as imagens no seu celular e continuar testando.

Se ainda assim você continuar com um pouco de vergonha para tirar as selfies, você pode tentar fazê-las utilizando óculos escuros. Certamente você se sentirá mais confiante.

Experimente novos espaços

Você pode testar todos os ambientes da sua casa. Aproveite a luz que entra em cada janela, em cada cômodo, e posicione sua câmera, de modo a testar qual iluminação valoriza mais o seu rosto.

Além disso, o ambiente externo também deve ser muito bem aproveitado para construir selfies perfeitas. Aproveite alguma viagem com os amigos ou família, uma festa ou apenas um passeio no parque ou na praça, e faça novas fotos.

Quando fizer fotos externas, ao visitar algum lugar interessante, procure posicionar a angulação da câmera de modo que valorize seu rosto e também exponha um pouco do espaço onde você está.

No entanto, tenha cuidado com os espaços que serão explorados nas fotos externas. Não vale a pena se arriscar e entrar em um local inseguro para registrar uma selfie, já que isso pode trazer grandes problemas.

Faça a edição da foto

Existem diversos aplicativos gratuitos de edição de imagem que permitem que você faça um balanceamento do brilho, contraste e saturação da sua foto, possibilitando a correção de alguns problemas de cor ou simplesmente valorizar mais a imagem.

Se você tiver dificuldades para fazer esse balanceamento de cor, você pode utilizar os filtros prontos que esses aplicativos disponibilizam. Normalmente eles têm um perfil deixando a foto transparecer uma tonalidade retrô, moderna, entre outras.

Ainda que os filtros sejam capazes de corrigir algumas pequenas imperfeições e valorizar as cores, é necessário ter cuidado e não abusar dos recursos desses aplicativos, já que isso pode deixar a foto carregada a destacar pontos indesejados.

Aproveite o momento

Uma das coisas que mais valoriza a foto é a naturalidade da sua expressão. Por isso, aproveite ao máximo o momento em você está vivendo e utilize a câmera para registrar aquele instante de alegria. As fotos espontâneas podem revelar sorrisos e olhares sinceros, conquistando então várias curtidas e comentários, já que esses fatores são os mais admirados pelas outras pessoas.

Procure se reunir com os amigos, familiares ou com a pessoa amada. Uma selfie não é, necessariamente, uma foto que você tira sozinho. A companhia de uma pessoa que você tem afinidade pode deixar o momento mais leve e descontraído.

Essa companhia também pode ajudar você a vencer a timidez nas fotos. Chame alguém para passear, ligue a câmera e divirtam-se. Façam caretas e deem boas risadas, gerem imagens despretensiosas e, depois, veja o resultado.

Ao fim dos cliques, é hora de preparar a legenda. Você pode criar uma frase que represente o momento, pensar em um trecho de alguma música ou livro que você goste muito.

Agora que você já sabe como tirar selfies perfeitas, é só colocar tudo em prática e, principalmente, aprender a se divertir com isso. Deixe a vergonha de lado e compartilhe sua foto com seus amigos.

O que você achou das nossas dicas? Sempre construímos conteúdos como este, capazes que ajudar você a trabalhar com imagens de forma simples e surpreendente. Acompanhe nosso FacebookTwitter e LinkedIn e fique por dentro de tudo!

Por que vale a pena apostar em presentes personalizados?



O ato de presentear alguém especial é capaz de nos transmitir um sentimento de felicidade, pois proporcionar um momento de prazer ao outro é algo satisfatório. Além disso, dar um presente é uma demostração de amor, carinho e gentileza — não importa o motivo ou a época do ano. Melhor ainda se forem presentes personalizados!

Nas nossas relações sociais, trocar presentes é um gesto importante, pois ajuda a fortalecer e manter as relações interpessoais. Consequentemente, gera uma maior união social e estreita os laços de amizade entre os indivíduos.

Quando o presente é personalizado, você consegue adicionar um toque pessoal a ele. Dessa forma, a pessoa que recebe se sente ainda mais valorizada, aumentando o valor sentimental do item e criando uma memória boa do momento.

Por isso, preparamos este artigo com dicas bem legais para você que gosta de presentear — seja quem for — com um toque a mais de carinho e personalização!

Boa leitura!

Escolha presentes criativos e exclusivos

Atualmente, é muito fácil encontrar objetos e peças interessantes nas lojas. Porém, pode parecer um desafio encontrar algo que seja ideal para o presenteado. É aí que você deve usar a criatividade! Confira nossas dicas de presentes que podem ser personalizados facilmente:

Canecas

Canecas são úteis e podem ser enfeitadas por você mesmo. Para isso, utilize canetas próprias ou solicite em uma loja especializada a inserção de fotos, imagens ou frases. É possível, inclusive, montar um mosaico de fotografias para deixar o presente ainda mais especial.

Porta-retratos

Outra lembrança que não tem erro é o porta-retratos. Nele você pode inserir uma foto especial ou uma mensagem representativa. Apesar de simples, ele ficará exposto e sempre será lembrado, gerando muitos sorrisos.

Camiseta

Uma camiseta bonita pode ser personalizada com algum personagem, frase ou imagem que o presenteado goste muito. Se a pessoa fizer o estilo mais divertido, opte por opções que sejam engraçadas. Não deixe de escolher a cor favorita de quem receberá o presente.

Cadernos

Seja para usar na escola, na faculdade ou para receitas, os cadernos, as agendas e os diários são sempre ótimos presentes. Eles podem receber uma capa exclusiva e uma dedicatória na primeira página para que fiquem personalizados. Novamente, é possível montar um mosaico de fotos com uma moldura bem bonita.

Calendários

Calendários são importantes para a organização pessoal e, para que fiquem mais especiais, cada mês pode receber uma fotografia e uma frase interessante. Além disso, é possível encontrar opções para a mesa do escritório, para a parede do quarto ou no estilo pôster.

Ímãs

Ímãs de geladeira são divertidos, bonitos e perfeitos para quem curte enfeitar a cozinha. Se você está procurando uma lembrancinha simples — porém muito especial — essa pode ser uma ótima escolha. É possível encontrar lojas especializadas que montam os ímãs de acordo com as suas necessidades.

Mural de fotos

Você e a pessoa que pretende presentear já viajaram juntos? Então que tal montar um mural com as melhores fotos dessa viagem? É interessante também escrever as frases ou os lugares que marcaram esse momento e espalhar pelo mural.

Cartão-postal

Falando em viagem, sempre que viajar você pode enviar um cartão-postal personalizado para as pessoas especiais que estão longe. Essa é uma maneira muito divertida e bonita de mostrar que está pensando nelas. Aproveite a oportunidade para dividir sua alegria e compartilhar belos cenários com os amigos.

Cartões

Outra forma de surpreender quem amamos é por meio de cartões para parabenizar pelas conquistas ou apenas para dizer o quanto sentimos saudades. Para dar o toque pessoal, escolha seus temas e imagens favoritos, de acordo com a ocasião.

Caixa decorativa

Por fim, você pode usar uma caixa decorada com fotos como embalagem. Dessa forma, você escolhe um produto que a pessoa esteja precisando e personaliza apenas o embrulho. Para isso, use frases, desenhos ou trechos de músicas de preferência do presenteado.

Presenteie sempre que puder

Não há um consenso sobre quando o hábito de presentear começou, mas os primeiros registros são muito antigos. Ao que parece, tudo teve início por volta de 800 a.C., quando os druidas — pessoas de grande sabedoria dentro da sociedade celta — criaram o costume de presentear com o visgo, uma espécie de planta sagrada.

Já na Roma Antiga, os presentes surgiram nas celebrações conhecidas como Saturnais. Nelas, os romanos tinham o hábito de visitar amigos e presenteá-los com pequenos objetos de valor cultural.

Na Grécia Antiga, por sua vez, trocar presentes era uma forma de agradecer os favores — não aceitar ou não corresponder um presente era visto como uma ofensa.

Atualmente, na nossa cultura, existem muitas datas propícias a dar presentes, como Natal, Dia dos Namorados, Dia das Mães e dos Pais, Páscoa, Dia das Crianças, entre muitas outras.

Porém, você não precisa esperar um momento especial para presentear — uma lembrancinha oferecida de surpresa pode ser até mais significativa!

O maior motivo para oferecer um mimo sempre que puder é proporcionar um instante de bem-estar ao outro com nosso gesto. Isso pode nos deixar até mais alegres do que quem recebe nossos presentes! Portanto, mesmo com a correria do dia a dia, não espere uma data especial chegar para dar carinho a quem você ama.

Agregue valor sentimental aos presentes personalizados

Um presente pensado especialmente para quem vai recebê-lo é algo único e original — que, com certeza, agradará a todos. Escolha o que dar pensando no jeito de ser da pessoa, nos traços de sua personalidade, nos seus gostos pessoais e no que ela mais gosta de fazer ou receber.

Lembre-se: presentear com algo exclusivo envolve tempo e é necessário pesquisar para encontrar ou produzir alguma coisa que apresente as características do presenteado. Esses presentes também têm forte valor sentimental — afinal, você investiu tempo e dedicação para encontrar algo que fosse legal e individual.

Como vimos, muitas coisas simples podem ser transformadas em adoráveis presentes personalizados — é possível, inclusive, surpreender as pessoas que você ama sem gastar muito. Se você tiver habilidades manuais, uma boa ideia é criar sua própria arte na hora de personalizar o presente.

Se você gostou das nossas dicas, siga-nos nas nossas redes sociais! Estamos no Facebook, no LinkedIn e no Twitter! Dessa forma, você recebe mais conteúdos incríveis como este diretamente no seu feed de notícias!

Mundo Nicephotos

Fotografias e o mundo de possibilidades de registrar os melhores momentos de nossas vidas!

Arquivo

Nicephotos no facebook